Viaduto V13 – O Grandioso Viaduto das Américas
viaduto v13

Viaduto V13, considerado o mais alto da América do Sul e 2º mais alto do mundo, fica localizado no município de Vespasiano Corrêa/ RS . Seus trilhos ligam a cidade de Muçum/RS, também conhecida como princesa das pontes, a Guaporé-RS.

Informações sobre o V13

Foi construído pelo 1º Batalhão Ferroviário do Exército Brasileiro durante a década de 70, sendo finalizado somente em 19 de agosto de 1978. O Viaduto possui 143 metros de altura e 509 metros de comprimento, a via férrea está ativa e circulam vagões todos os dias, no mínimo 1 vez ao dia, não tendo um horário específico.

O município de Vespasiano Corrêa, que é beneficiado pela grandiosidade dos túneis e pontes assim como a região que é envolvida pela ferrovia vem ocupando uma posição de destaque, a titulo de economia, turismo e lazer. A Ferrovia do Trigo é uma das mais belas ferrovias do Brasil, possuindo em sua extensão, que inicia em Roca Sales até Casca, sendo 32 túneis e 23 viadutos.

O trajeto para chegar ao Viaduto V13 pode ser feito de carro, de Porto Alegre até o V13 são 178 km, duração da viagem  de aproximadamente 2h e 45 minutos ou pode ser feito de excursão. Muitas empresas estão operando apenas na parte de baixo do viaduto, onde possui cascatas, o rio guaporé, a pedra da tartaruga e a vista de outro ângulo do viaduto.

Subida no Viaduto V13

Chegando no local, há uma estrada que sobe até o viaduto, sendo pela lateral esquerda, a subido a pé demora em torno de 15 minutos, vai depender do seu passo e das condições físicas de cada pessoa. Chegando ao topo, no lado esquerdo será possível ingressar no túnel que levará para o sentido de Guaporé, e indo para a direita, é o Viaduto V13.

Vale a pena ir em ambas direções, seguindo reto pelo viaduto V13, em direção à Muçum, você vai passar pelo V12, também é um viaduto, e chegar ao famoso Viaduto Vazado (V11), esse nome é dado devido a sua estrutura ser de ferro e não existir concreto no parte superior, isto é, você vê os buracos entre as madeiras. Para quem tem medo de altura, não é muito recomendado passar por cima, mas vale a pena andar por uns 2 a 3 metros e voltar para sentir como é a sensação. Existem moradores da região que atravessam quase que correndo esse viaduto, é inacreditável de se ver.

Voltando em direção ao viaduto V13 e passando por cima, entraremos em um túnel, percorrendo os trilhos por uns 2,5 km será possível conhecer a Cascata Subterrânea  – Garganta do Diabo.

 

Curiosidade: A denominação 13 tem sua origem no fato de ser o 13º de uma sequência de viadutos que se inicia no centro da cidade de Muçum.

Deixo também o site da Prefeitura de Vespasiano Corrêa com os atrativos da região: http://vespasianocorrears.com.br/atrativos-naturais

ATENÇÃO: No segundo semestre de 2017 a empresa Rumo (ALL) após ser multada pela ANTT reforçou a vigilância no local proibindo muitos visitantes de terem acesso aos trilhos, mas conforme entrevista ao prefeito de Vespesiano Corrêa , o acesso ao viaduto está liberado utilizando o bom-senso, a proibição foi com foco nas práticas de rapel que eram realizadas no local.  

Referência: https://www.informativo.com.br/geral/prefeito-portaluppi-diz-o-v13-nunca-esteve-interrompido-,231076.jhtml

Recomendo quem quiser ir conhecer, não ir com excursões, mas ir por conta própria com poucas pessoas ao viaduto v13, pois  caso haja alguma abordagem é mais fácil a argumentação.

Onde dormir: Sugiro o Camping Paraíso Tropical, o lugar conta com boa infraestrutura, ampla área para barracas, churrasqueiras, chuveiro quente e lancheria.

Como valores de diária podem sofrer reajustes, deve ser feito contato para verificar  a atual tarifa.

Telefone: (51) 99380-6216

Por fim, compartilho com vocês a melhor experiência que tive neste lugar, palavras não descrevem, assista ao vídeo abaixo e confira: 

Sobre o Autor

client-photo-1
Mateus Griszewski
Sou um aventureiro gaúcho, de Porto Alegre/RS, que tem por objetivo compartilhar experiências, dicas e roteiros para que mais pessoas queiram viajar mais. Infelizmente nem todo mundo possui meios próprios ou não possuem companhia para uma aventura de final de semana, por isso também resolvi me tornar guia de turismo para além de incentivar as pessoas a conhecerem lindos lugares, também poder levá-las pessoalmente. Uma vez que você se permite conhecer esse estilo de vida, você nunca mais o abandonará. Aliás, a vida é muito curta para se viajar somente nas férias. Viaje com a gente! #invistaemvocê

Comentários

Deixe uma resposta