Que bom vê-lo por aqui, caro visitante! Você deve estar atrás de Cânions para explorar no Rio Grande do Sul, não é? Parabéns, você é uma pessoa curiosa e não quer viver de mesmice e visitar somente os populares.

Temos alguns CÂNIONS misteriosos, secretos e nada convencionais, para compartilha com você.

1 – CÂNION BOA VISTA

Este é um Cânion localizado em São José dos Ausentes/RS, um município que é pouco frequentado ainda, mas que é a Terra dos Cânions.

Por lá, você visita diversos cânions, explora cachoeiras, faz trilhas, anda em coxilhas.

O Cânion Boa Vista faz parte de propriedades particulares, e para você visitá-lo, paga-se uma taxa de acesso.

Pode ser via Pousada Ecológica dos Cânions ou Fazenda do Pontão, ambas são propriedades particulares, possuem camping, e cobram para este acesso.

2 – CÂNION AMOLA FACA

O Cânion Amola Faca, ou também chamado de Cânion da Encerra, fica também próximo ao Boa Vista. O acesso é basicamente pela mesma estrada. Faz parte de propriedade particular, mas ainda não está muito bem estrutura a sua cobrança para acesso, isto é, alguns pagam, outros não.

O acesso a este cânion é pela estrada que passa pela Fazenda do Pontão, e há um local para deixar o seu veículo.

Não vá de carro até a borda do Cânion, seja consciente e preserve a natureza e o solo do local.

3 – CÂNION MONTENEGRO

Este é o pico mais alto do Rio Grande do Sul, possui 1.403 metros acima do nível do mar. Para quem vai de carro, é preciso deixar o veículo antes de uma cancela que indica o início da trilha até o cânion. A caminhada que segue, contudo, é tranquila: uma trilha de cerca de um quilômetro de campo e algumas pedras

 

São 700 metros de profundidade e quatro quilômetros de extensão, sendo possível caminhar pela borda e observar os paredões por diferentes ângulos, que revelam paisagens de tirar o fôlego. Um lugar que emana a energia positiva da natureza intocada (o que faz agradecer até a ausência de um mirante ou qualquer outra interferência). Ao lado do cânion, o pico do Monte Negro é uma elevação de 80 metros de altura, que pode ser acessada por uma trilha em meio à floresta de musgos. Do topo é possível enxergar Torres, no litoral gaúcho.

4 – CÂNION ÍNDIOS COROADOS

O Cânion fica em Cambará do Sul/RS, mas pouco explorado ainda, comparado ao Fortaleza e Itaimbezinho.

O acesso é tranquilo, chega-se bem próximo de carro, no entanto, a estrada não é a das melhores, até o momento.

O acesso é livre, isto é, não precisa de autorização, nem pagamento de taxas. Por conta disso, também não há lixeiras ou infraestrutura para visitantes e turistas.

Mesmo assim, é um ótimo lugar para estar em sua lista.

5 – CÂNION MALACARA

O Cânion Malacara é mais conhecido, por que há uma trilha bastante famosa em Praia Grande, chamada Trilha do Malacara.

Mas são lugares diferentes! A trilha do malacara faz a parte baixa, o rio em que corre por meio do cânion. Diferente do topo do cânion, em que possui uma visão incrível e pertencente ao Rio Grande do Sul.

O Acesso a ele não é muito fácil, mas é possível se você é um aventureiro raiz ou que tenha uma 4×4.

6 – CÂNION TAJUVAS

Este, por sua vez, já é um cânion pouco conhecido, e também pouco visitado. Fica localizado em Morrinhos do Sul/RS, próximo ao litoral norte. Para acessá-lo, é necessário subir a Trilha dos Tropeiros, com percurso de cerca de 5 km, aproximadamente 3 horas de subida.

Não é um local para qualquer pessoa ou turista, neste, você precisa ter um bom preparo físico e gostar de um desafio.

A visão dele é diferente dos demais, você tem visão ampla dos municípios do litoral norte e também do mar, quando se tem boa visibilidade.

Dia 16/08 teremos este roteiro, com saída de Porto Alegre/RS. Fique ligado, em breve mais informações e reservas.

7 – CÂNION PEDRAS BRANCAS

Localizado em Três Forquilhas/RS, próximo a rota do sol. Tem várias rotas para chegar até ele, mas a forma mais comum, é via Estrada do Josafaz. Uma estrada para veículos 4×4, com cerca de 30km de percurso.

Há também meios de chegar por trilha, subindo por Três Forquilhas ou também por Morrinhos do Sul/RS. Mas não recomendados, caso você não seja um praticante de Trekking.

Leia mais AQUI

8 – CÂNION PALANQUINHOS

Este é um cânion menor, cerca de 50 metros apenas. Mas que é bastante selvagem e inusidade.

O Cânion Palanquinhos fica localizado no distrito de Criuva, em Caxias do Sul/RS.

O seu acesso é tranquilo, com qualquer automóvel. Também não há necessidade de autorização ou taxa para acesso.

Um lugar onde é praticado canionismo (travessia completa por dentro do cânion com técnicas verticais).

9 – CÂNION DO CHURRIADO

Localizado em Cambará do Sul/RS, porém de difícil acesso. Não é um ponto turístico devido a não haver boa acessibilidade de veículos.

Para quem é praticante de trekking e pretende realizar a travessia completa dos cânions, irá passar por este cânion, logo após o Malacara.

9 – CÂNION FORTALEZA

O famosinho de Cambará do Sul/RS, fica dentro do Parque Nacional Aparados da Serra, e é muito visitado, seja por turistas locais, seja por gaúchos, seja por pessoas que vem de outros estados.

Possui uma visão incrível de outros cânions e também é lá que fica a grandiosa Cachoeira do Tigre Preto.

Há diversos posts no Google, para você que ainda não conhece este cânion.

10 – CÂNION ITAIMBEZINHO

Também muito famoso em Cambará do Sul/RS. É o Cânion gaúcho com maior infraestrutura, possui Sede, lixeiras, banheiros, placas indicativas e trilhas bem demarcadas.

É também muito visitado, mas também já batido para pessoas que gostam de trilhas e aventuras.

11 – CÂNION PINHEIRINHO

É um Cânion de difícil acesso, localizado em Cambará do Sul/RS. É geralmente acesso por quem vai se hospedar na Fazenda Santana. Nesta propriedade é ofertado um passeio à cavalo, que é conduzido até o Cânion.

Também fica próximo a Cachoeira dos Velhos, outro local pouco conhecido em Cambará.

12 – CÂNION DA PEDRA

Localizado também em Cambará do Sul/RS, o Cânions da Pedra não é um local turístico, nem divulgado.

Caso você queira conhecê-lo, há uma estrela de chão que leva até ele, onde haverá uma placa indicativa logo na chegada. Há também uma cachoeira para visitação.

Este artigo não é um guia sobre cada cânion, é apenas um resumo os possíveis cânions para você visitar. Sugerimos que pesquisa a fundo no Google, sobre o Cânion que será a sua próxima aventura!

Espero que tenha gostado e fique ligado no nosso perfil do Instagram: @vivalastrips

Se você achou este artigo pelo Google, certamente está interessado(a) em conhecer o Cânion Pedras Brancas, localizado em Três Forquilhas/RS. É um lugar fantástico, a seguir vamos lhe falar algumas informações e detalhes para você realizar esta trip.

Informações do Cânion Pedras Brancas

Antes de você consumir este conteúdo de valor e começar a planejar a sua aventura para este destino, siga a gente no Instagram para ficar por dentro de outros destinos incríveis no RS! Clique abaixo

Bom, vamos lá! Este lugar ainda não é popularmente conhecido, nem explorado, no Rio Grande o Sul. E o motivo é bastante óbvio: ele é de difícil acesso.

Quando falamos difícil acesso, é perante a população em geral e não aos ricos, pois para chegar nele, de carro, basta ter um 4×4, ou uma moto.

Tirando este fato, ele é de difícil acesso. E uma das formas de você chegar lá, é na pernada, caso você não tenha esses recursos que falamos acima.

O Cânion Peras Brancas é um lugar selvagem, isto é, não possui nenhuma infraestrutura, muito menos postes com luz elétrica, disponíveis para uso. Não há área de estacionamento, não há placas, não há banheiros, não há lixeiras, não há contenções de segurança.

Portanto, é um lugar muito legal para a prática de Trekking.

Imagino que você já saiba o que é Trekking, correto? Bem, maravilha! então você está lendo o post certo.

Cânion Pedras Brancas

Qual caminho escolher para ir ao Cânion Pedras Brancas

Há diversas rotas de trekking para você chegar até este cânion:

 

1 – via Trilha dos Barreiros: É um percurso subindo pela rota do sol, passando pelo município de Itati e Três Forquilhas. Deixando o carro no fim da estrada, ou perto, o seu trekking dará cerca de 22km, ida e volta.

2 – via Cânion Tajuvas: É, sem dúvida, a rota mais convencional, para quem faz trekking até o Cânion Pedras Brancas. Possui uma quilometragem não tão absurda e claro, você já visita dois cânions em uma única vez. Se você nem sabe onde fica o Cânion Tajuvas, é basicamente em Morrinhos do Sul/RS, a subida pela Trilha dos Tropeiros, no quintal da Pousada do Padre.

3 – via Estrada o Josafaz: É uma outra possibilidade, porém há ressalvas. O percurso inicia na rota do sol e é 100% em estrada de areia e pedras, o que aparentemente é mais fácil que uma trilha em mata irregular, não é? Mas, o trajeto é muito maior. São cerca de 30km ida e 30km volta, o que inviabiliza ser feito um trekking por este percurso. É nesta estrada que os Jipeiros e a galera de moto sobem até o Cânion Pedras Brancas e/ou Cânion Josafaz.

4 – via Silveirão ou Roça da Estância: são rotas que iniciam próximos a Mampituba/RS e saem no Cânion Josafaz, e claro, aí você precisa caminhar até o Pedras Brancas. Mas não são caminhos fáceis, tampouco muito usados pela galera aventureira.

O caminho que você escolher acima é indiferente, ele será puxado da mesma forma. Nenhum caminho é mágico, você terá que ascender cerca de 800m e altímetria para chegar até o Cânion Pedras Brancas, e a quilometragem total será entre 20 e 25km, com 5-6 horas por trecho.

Portanto, prepara-se para uma aventura de respeito e para pernoitar no Cânion.

Onde acampar por lá?

Quando você chegar no Cânion Pedras Brancas, talvez queira logo largar a sua cargueira no chão, relaxar, e montar acampamento, mas calma! Primeiro você precisa buscar um ponto adequado para montar a sua barraca.

Há uma cerca no lado direito, com uma porteira. Você passa por ela e terá um caminho no chão, uma trilha, com pneus de moto. Você segue a trilha até a cabeceira da cachoeira menor.

Haverá uma pedra incrível para você bater fotos, mas em frente a ela não há espaço para acampar, nem terreno. Então passe pelo riacho e por baixo a outra cerca mais a frente.

Haverá um poste alto e com uma colina. Ali é um lugar perfeito para você pernoitar.

  • É plano (mais ou menosss)
  • É limpo
  • Tem uma visão incrível do cânion
  • Possui riacho a 20 metros, o que é ótimo para pegar água e lavar objetos.
  • Fica de frente para o sol, de manhã.
Cânion Pedras Brancas

O local é público ou privado?

As terras onde fica o Cânion Pedras Brancas são de propriedade privada, como toda terra que há neste mundo, nos dias de hoje.

No entanto, não há capataz, nem o proprietário da fazendo por lá. Há algumas vacas pastando, mas elas não vão te fazer mal (eu acho).

Então o acesso ao cânion é livre e sem custos, por enquanto.

VALE A PENA MESMO?

Muitooooooooo! É um cânion lindíssimo (as foto mostram né), e como falamos antes, muito selvagem e inexplorado, perante a outros cânions o RS.

Acredito que não será turístico pelos próximos anos, pois depende de agências para levar pessoas lá ou o próprio dono a propriedade, resolver empreender.

Se você curte trekking ou está começando a pesquisar para iniciar nesta prática, vale demais você treinar indo até este cânion.

Se vocês tiverem 3 dias ou um feriadão, eu recomendo mais ainda. Quando você está lá encima, não quer mais ir embora de tão agradável e impressionante que é o lugar.

 

Aliás, esqueci e mencionar antes! Lá possui uma cachoeira, que corre por dentro do vale e cai no cânion, e ela possui cerca de 60 metros. Ela não é a Cascata da Pedra Branca, apesar de estar ali no cânion que dá o mesmo nome. Todavia, ela é o mesmo fluxo de água que vai para a Cascata a Pedra Branca, a Oficial.

Cânion Pedras Brancas

COMO É A TRILHA?

DEPENDE da rota que você vai escolher, como citamos acima.

A rota 01 e 02 são ótimas opções, e ambas são trilhas no meio da mata, por cerca de 3-4 horas, e o restante será em campo.

A Trilha os Barreiros, como o próprio nome diz, é e puro barro! e de subida neste barro, então você precisa ser bom no equilíbrio para não cair, mas a viagem, é que o percurso é lindo por cima dos campos. Você passa por  vaquinhas, muitas araucárias, potreiros, e terrenos planos, que parecem gramas plantadas.

 

A Trilha dos Tropeiros (tajuvas), é de subida também, e depois percorre campos, com vaquinhas, galpões abandonados, pedras, visuais amplos do litoral.

Independente da rota escolhia, estude previamente o percurso por Google Maps ou Wikiloc.

Cânion Pedras Brancas

localização

Precisa de um caminho para estudar a rota? veja o nosso!

Powered by Wikiloc
Cânion Pedras Brancas

Este caminho foi a rota 01, via Barreiros. 

 

Ficaste com alguma dúvida? Mande mensagem pra gente, vamos te ajudar com mais dicas.

No mais, espero que  tenham curtido as informações!

QUEM SOMOS

Somos a VIVA!  uma agência de viagens localizada em Porto Alegre/RS  e  as nossas trips são focadas em trilhas e cachoeiras, o que chamamos hoje de ecoturismo ou turismo de aventura.  Os nossos roteiros são exclusivos e para lugares em que poucas pessoas conhecem. O nosso diferencial também é formar grupos pequenos, para você além de conhecer um lindo lugar, também interagir com os outros passageiros e fazer novos amigos.  Explore novos horizontes e na dúvida, VIVA o hoje.