Muita gente já pratica regularmente Caminhadas como meio de prática de atividade física, muitos em academias, praças ou até mesmo na rua. Mas iremos lhe mostrar que Caminhar na Natureza, ou seja, a prática de Trilhas possui muitos benefícios para sua saúde. 

Benefícios das Trilhas

          Saiba que essa atividade física reúne um grande número de vantagens para quem já gosta de se exercitar e também para quem deseja praticar e iniciar alguma atividade física e não sabe por onde começar.
Todos nós aprendemos muito cedo a caminhar, é um movimento natural, e por isso mesmo, somos biomecanicamente mais eficientes durante uma caminhada quando comparamos com os movimentos executados em outras modalidades esportivas como o remo, a natação, o ciclismo entre outros.
E independentemente da idade ou condicionamento físico, trilhar é um
exercício leve, fácil de executar, de baixo custo, que ajuda a emagrecer, tonificar os músculos e ainda reduz o risco de doenças.
Trilhar também é uma atividade aeróbica bastante segura do ponto de vista cardiovascular e ortopédico, claro que são em ambientes um pouco hostis devido a ter pedras, galhos, barrancos. Por isso, é importante ter sempre muito cuidado e ir com pessoas que fazem isso com frequência. 

  Entre os benefícios das trilhas para o corpo e a mente já citados, ainda podemos destacar:

        
• Combate ao colesterol ruim.
• Estimula a circulação sanguínea.
• Melhora a capacidade cardiorrespiratória e também a densidade óssea.
• Favorece um bom controle do diabetes e da hipertensão arterial.
• Ameniza problemas de desequilíbrios posturais e articulares.
• Proporciona um bom alto astral.
• Promove o bem estar levando o estresse e o mau humor para bem longe.
• Combate a insônia, a ansiedade e também a depressão.
• Promove uma excelente oportunidade de socialização.

 Benefícios das Trilhas

Caminhar ao ar livre ajuda a aliviar a depressão

          De acordo com um estudo realizado pela Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, caminhar ao ar livre está relacionado com uma melhor saúde mental e maior positividade. Além disso, estar ao ar livre melhora os níveis de depressão e de estresse.
Já um estudo realizado pela Universidade de Glasgow, na Escócia, descobriu que as pessoas que caminhavam ao ar livre, andavam de bicicleta ou saíam para correr na natureza tinham um menor risco de deterioração da saúde mental do que as pessoas que praticavam esportes em lugares fechados.

De acordo com um estudo publicado na revista Psychological Science,
interagir com a natureza dá um descanso ao cérebro da superestimulação a que ele é submetido todos os dias, o que pode ter um efeito reparador nos níveis de atenção.

Trilhas em ambientes com água

          Uma pesquisa realizada pela Universidade da Escola de Medicina de Exeter, na Inglaterra, sobre as qualidades essenciais da água e o seu papel no nosso bem-estar psicológico descobriu que os íons negativos da água são antidepressivos naturais. Esses íons negativos são encontrados em grandes números até em um balde de água.
Portanto, caminhar perto de cachoeiras, lagos, rios e riachos, incluindo
açudes e fontes, é muito benéfico para a saúde emocional. Se você também puder dar um mergulho, os benefícios se multiplicam, já que os vasos sanguíneos se dilatam pela água fria, o que estimula o corpo a expulsar as toxinas e a liberar endorfinas para se sentir bem.

 Trilhas





Este artigo foi útil para você?  Clique AQUI e venha se aventurar conosco! 

Você não leu errado, um trem Maria Fumaça Mallet , construído em 1920, passará pela Ferrovia do Trigo hoje, dia 29/11.  O projeto se chama “Nos Trilhos do Natal” e está sendo coordenado pela Associação Brasileira de Preservação Ferroviária (ABPF) e Rumo Logística juntamente com a Associação dos Municípios de Turismo da Região dos Vales (Amturvales).

Maria Fumaça na Ferrovia do Trigo

A locomotiva e seus vagões passarão pelas cidades do Vale do Taquari em pontos estratégicos, os vagões estarão iluminados em alusão à chegada do Natal. O projeto visa também comemorar  a construção da Ferrovia do Trigo  que neste ano de 2018 completou 40 anos de existência. O trem poderá  também ser visto do Viaduto V13.

A passagem do trem também acontecerá nos dias 01/12 e 12/12. A intenção é mobilizar os moradores da região a ver lindo trem natalino passando. Não somente isso, mas trata-se de um projeto piloto.

viaduto v13

Há muito se discute sobre a atual situação da Ferrovia do Trigo, que basicamente não recebe grandes manutenções e muito menos turistas, devido a proibição de pedestres sobre os trilhos, ocorrida em 2017.

A ideia é fazer com que o Trem Maria Fumaça opere na região, fomentando o turismo, igualmente já acontece na Maria Fumaça de Bento Gonçalves/RS, operada pela Giordano Turismo.

programação

29/11 (quinta-feira)

-17h | Muçum

-18h30min | V13 Vespasiano Corrêa

-20h | Guaporé

1º/12 (sábado)

-15h | Guaporé

-16h | Dois Lajeados

-16h40min – V13 Vespasiano Corrêa

-17h20min | Muçum

-18h | Roca Sales

-18h40min | Colinas

-20h30min | Estrela (em Linha Wolf – Distrito Costão)

-21h | Teutônia

-21h30min | Paverama

12/12 (quarta-feira)

-19h | Colinas

-19h40min | Roca Sales

-20h30min | Muçum

A Ferrovia do Trigo possuem lindos visuais, podendo ser difundido para muitas pessoas quando o projeto estiver vigente.

Ferrovia do Trigo

As negociações continuam andando e a previsão é que em 2019 tenhamos passeios turísticos de trem ao longo da Ferrovia do Trigo.

A Ferrovia é atualmente um local onde é praticado Trekking, send percorridos 52km de Guaporé/RS a Muçum/RS e vice-versa. Com a oficialização desse serviço turístico na região, provavelmente será intensificado a proibição de pedestres sobre os trilhos.

Ganho por um lado, perda por outro. Mas o que importa é que a grandiosa obra militar estará sendo utilizada e não abandonada.

Se você achou este artigo pelo Google, certamente está interessado(a) em conhecer a Cascata do Moinho, localizada em Progresso/RS. É uma cascata fantástica, a seguir vamos lhe falar algumas informações e detalhes para você realizar esta trip.

Informações da Cascata do Moinho, em Progresso/RS

A Cascata do Moinho é mais uma cascata que entra pro rol de mais altas do Rio Grande do Sul, ela possui cerca de 98 metros de altura e conta com um imenso paredão, onde a água cai escorrendo ou até uma queda livre, dependendo do volume de água.

Essa cascata possui esse nome pelo fato de haver um moinho que funcionava há alguns anos, e esse moinho é possível ainda ser visitado e enxergado. Ele fica na parte alta da cascata, onde há uma placa de orientação, você faz uma pequena trilha e já chega ao moinho abandonado.

Cascata do Moinho Progresso
Cascata do Moinho Progresso

Há duas formas de se chegar a essa cascata: a forma gratuita e a forma paga. Vamos aqui dizer sobre ambas.

 

A forma gratuita, é por uma propriedade privada de um agricultor, indo pela estrada de cima, passando por cima de uma porteira e descendo em direção ao rio e seguindo o leito até a queda. Moradores locais indicam que muita gente vai por ali e que não há problema. Na primeira vez que fui, testei esse caminho, passei por um agricultor que estava dentro da lavoura, mas ele nem me deu bola e deixou eu passar. A questão é que esse acesso é um pouco arriscado, por ser propriedade privada e também por que há muita lama dentro desta propriedade.

A segunda forma, é pelo Sitio Campiol (basta pôr no GPS). Chegando ao sítio, é cobrado um valor de R$ 5,00 para visitação e realização da trilha. É uma trilha bastante cuidada, pois é a entrada oficial a cascata, inclusive, usado pelas empresas de turismo.

Eu sugiro fortemente que você escolha ir pelo sítio Campiol, os proprietários são super gente fina, é uma trilha aberta e bem cuidada, há banheiro no local, há área para estacionar o veículo e assim você ajuda os moradores a manter a trilha cuidada, através dessa pequena ajuda de custo.

Cascata do Moinho Progresso

A Cascata do Moinho não represa a água, infelizmente. Então não é propícia para banho, mesmo assim, vale muito a pena sua visita. Quando você parar no lado dela, vai se sentir uma formiga, de tão grande que ela é.

Ela é sem dúvida a maior queda de Progresso, mas também possui uma observação:

Ela geralmente possui pouco volume de água, então pode ser que você veja as nossas fotos ou fotos na internet e se deslumbre, mas como toda e qualquer cascata, vai depender das chuvas em dias anteriores para ela estar linda ou não tão linda.

Cascata do Moinho Progresso

O local é público ou privado?

Como mencionado acima, há 2 formas de chegar. Mas eu recomendo que vá pelo Sítio Campiol, é o melhor caminho até à base.

Quanto custa?

Caso optar pelo sítio, paga-se R$ 5,00 para acesso a cascata.

Tem que fazer trilha e como é?

Sim, é necessário. A trilha tem menos de 1 km, mas passa por alguns trechos complicados e um pouco escorregadios, inclusive, próximo ao leito do rio. A trilha dura em média 20 minutos (ida).

Cascata do Moinho Progresso

localização

Agora preste atenção, que a dica é o Pulo do Gato!!

 

Não coloque no GPS: Cascata do Moinhos – Progresso/RS, se não ele vai te levar para o topo da cascata, o que é inútil.

 

Coloque Sítio Campiol, que daí sim você economizará tempo e gasolina. Vai por mim! 🙂

Além deste atrativo, tem algum outro lugar para ir em Progresso ?

Sim, há também a Cabanha Leite, que é uma propriedade particular que há trilhas e um lugar bacana para você pesquisar. Mas além disso, o município de Boqueirão do Leão possui diversas quedas, e é pra lá, que eu sugiro você ir caçar mais cachoeiras! Te sugiro a Cascata do Gamelão 🙂

Este artigo foi útil para você?

Compartilhamos dicas e novos destinos para você explorar pelo Sul (RS,PR,SC).

Segue a gente no Instagram @vivalastrips, e fique por dentro de novos lugares para você pôr em sua listinha de viagens!

QUEM SOMOS

Somos uma agência de viagens localizada em Porto Alegre/RS  e  as nossas trips são focadas em trilhas e cachoeiras, o que chamamos hoje de ecoturismo ou turismo de aventura.  Os nossos roteiros são exclusivos e para lugares em que poucas pessoas conhecem. O nosso diferencial também é formar grupos pequenos, para você além de conhecer um lindo lugar, também interagir com os outros passageiros e fazer novos amigos.  Explore novos horizontes, invista em você, e venha viajar com a gente!

Se você achou este artigo pelo Google, certamente está interessado(a) em conhecer o Grutão dos Índios, localizado em Caxias do Sul/RS. É uma cachoeira e uma gruta fantástica, a seguir vamos lhe falar algumas informações e detalhes para você realizar esta trip.

Informações do Grutão dos Índios, em Caxias do Sul/RS

O Grutão dos Índios fica localizado no interior de Caxias do Sul, muito pouco explorada ainda a nível regional. É considerada um ponto turístico do município, isso por que há placa indicativa na entrada  do acesso do atrativo. O local é perfeito para você ir passar o final de semana ou até mesmo um dia, muita gente visita o grutão no período de verão, mas fica aberto o ano inteiro.

A gruta é, ao meu ver, a maior de Caxias do Sul, isso que já visitei todas as grutas do município. Ela é realmente imensa, possui cerca de 20 metros de altura. A cachoeira também possui o mesmo tamanho, aproximadamente, e é realmente muito linda.

Somando o visual da gruta com a cachoeira, ela é uma das paisagens mais lindas que já vi.

Grutão dos Índios

A história dos índios é sempre intrigante, o nome da cachoeira e da gruta foi dado pelo fato do local ser habitat dos índios bugres a centenas de anos atrás.

Os índios utilizavam as grutas para abrigar-se do frio, das chuvas, das tempestades, dos animais. Era um local seguro para ficarem no período de inverno.

Grutão dos Índios

A base da cachoeira não é muito propícia para acampar, há muitas pedras e nada de grama. A propriedade possui locais apropriados caso você queira acampar, nesses locais, há grama, área pro veículo e até algumas churrasqueiras.

Todos amam ir em cachoeiras no período de verão (janeiro e fevereiro), mas eu lhe digo: o lugar lota! Então, recomendo que você visite o Grutão dos Índios em outras épocas do ano, em dezembro, por exemplo, é praticamente vazio. Em janeiro, quando fomos, era muita gente, e você deve saber né, famosa farofada de quem vai nas cachoeiras para assar carne e tomar cerveja.

O local é público ou privado?

O Grutão dos Índios fica em uma propriedade particular, isto é, logo na chegada, há pessoas lhe cobrando o ingresso para acesso à propriedade e a base da cachoeira.

 

Nem pode se dizer que pe cobrado ingresso né, não é dado nenhum papel ou recibo, apenas é cobrado o dinheiro.

 

 

Grutão dos Índios

Quanto custa?

O valor para acessar é de R$ 8,00 por pessoa (valor cobrado em 13/01/2019).

Pouquíssima infraestrutura, os banheiros são bastantes simples e possuem somente três.

Não há área de estacionamento, então os carros ficam encima de um gramado, sem nenhuma sinalização de espaço.

Há um galpão, onde há algumas mesas para você fazer algum lanche. Junto a esse galpão, há um mini barzinho que vende salgadinhos, bolachas, pastéis, água, refri, cervejas.

Não há placas indicativas da trilha, não há corrimão, corda ou cabo de aço.

Não há lixeiras na base da cachoeira, nem ao longo da trilha.

Não há salva-vidas, nem placas orientando sobre a profundidade, muito menos boias sinalizadoras.

 

Bem, tratando-se de um local pago, verificamos que falta bom-senso e investimento em um grande atrativo do município com imenso potencial turístico.

Precisa fazer trilha para acessar?

Sim, é necessário fazer uma trilha para ir até a base da cachoeira/gruta. A trilha é de nível fácil, com duração de cerca de 10 minutos, indo bem devagar. Há pontos escorregadios bem próximo a queda, devido à umidade do local e partículas d’água.

Sendo assim, muito cuidado nesta parte final de trilha.

Grutão dos Índios
Grutão dos Índios
Grutão dos Índios

localização

Não há mistério: basta você pôr no seu GPS o nome do local: Grutão dos Índios, e você terá facilmente a rota até o atrativo.

Se você vai do centro até o Grutão dos Índios, há asfalto até a metade do caminho, onde há uma igreja de esquina, com placas. Após dobrar-se à direita, começa a estrada de chão.

ONDE ALMOÇAR?

Caso você seja o mesmo estilo de aventureiro que eu, vai pensar em levar algum sanduíche e comer aos pés da cachoeira, apreciando a queda.

Se você gosta de comer bem, em um local com infraestrutura, sentado, numa mesa, eu te dou indicação de um lugar: O Café e Bistrô do Gringo, fica localizado a uns 500 metros do Grutão dos Índios e por mais que tenha esse nome, eles servem almoço.

O negócio deles é estilo almoço italiano, isto é, talvez não seja tão acessível quanto a sua percepção, mas você come muito bem.

Como fomos de grupo, combinamos um almoço por R$ 30,00, e eles prepararam um cardápio de frango, polenta brustolada, salada e macarrão. Mas foi um acordo feito com o Gringo (proprietário do local). Para almoços avulsos, eles já tem um banquete padrão, com um valor um pouco mais alto. Vale a pena você dar uma ligada e ver se consegue negociar algum cardápio ou tirar dúvidas sobre o que contempla o cardápio padrão deles.

Café e Bistrô do Gringo
Café e Bistrô do Gringo

Contatos: 54 996050676 ( Ricardo) / 54996280073 (Denise – whats)

Além deste atrativo, tem algum outro lugar para ir em Caxias do Sul?

Com certeza! Se você curtiu as informações destas artigo e busca ir em outras grutas da região, lhe recomendo dar uma olhada pesquisada, que você irá encontrar outros pontos lindos para visitar.

Este artigo foi útil para você?

Compartilhamos dicas e novos destinos para você explorar pelo Sul (RS,PR,SC).

Segue a gente no Instagram @vivalastrips, e fique por dentro de novos lugares para você pôr em sua listinha de viagens!

QUEM SOMOS

Somos uma agência de viagens localizada em Porto Alegre/RS  e  as nossas trips são focadas em trilhas e cachoeiras, o que chamamos hoje de ecoturismo ou turismo de aventura.  Os nossos roteiros são exclusivos e para lugares em que poucas pessoas conhecem. O nosso diferencial também é formar grupos pequenos, para você além de conhecer um lindo lugar, também interagir com os outros passageiros e fazer novos amigos.  Explore novos horizontes, invista em você, e venha viajar com a gente!

Se você achou este artigo pelo Google, certamente está interessado(a) em conhecer a Cascata do Trovão, localizada em Boqueirão do Leão/RS. É uma cascata fantástica, a seguir vamos lhe falar algumas informações e detalhes para você realizar esta trip.

Informações da Cascata do Trovão, em Boqueirão do Leão/RS

Começamos a falar da Cascata do Trovão e aí já existe uma controvérsia: alguns dizem que fica em Canudos do Vale/RS, outros, que fica em Boqueirão do Leão/RS. Na minha opinião, baseado no registro de limitação de municípios pelo google, ela pertence a Boqueirão.

A Cascata do Trovão é uma queda muito pouco conhecida e muito pouco divulgada, mesmo havendo placa de indicação para acesso, provavelmente posta pelo município. Mas ninguém a divulga muito. Isso até é positivo, pois senão seria muita gente no local jogando lixo, como de praxe acontece.

Mas você que é aventureiro e é uma caçador de cachoeiras, assim como eu, precisa ler este relato para se planejar e ir visitar.

Cascata do Trovão - Boqueirão do Leão

A Cascata do Trovão tem aproximadamente 15 metros, a água cai em meio a doi lindos paredões, com o visual muito semelhante à Cascata das Andorinhas, em Rolante/RS.

A água fica represada, propiciando um ótimo banho. Mas cuidado né, há bastantes partes fundas. O bom é que é gradativo que ela vai ficando fundo.

Cascata do Trovão - Boqueirão do Leão

Se você for de Lajeado/Porto Alegre até ela, vai pegar uma boa parte estrada pavimentada, na região de Canudos do Vale e F0rquetinha. Mas se for de Boqueirão, pegará bastante estrada de chão (areia).

O acesso a ela é via trilha, e não há estacionamento para você deixar o seu carro. Terá que deixar na estrada mesmo e descer a trilha.

A trilha que leva até à base, demora  cerca de 20 minutos e possui algumas partes perigosas, como pedras escorregadias, travessia de rio, descidas ingrimes em meio à mata.

É bom você estar acostumado com trilhas, senão passará um breve sufoco.

Cascata do Trovão - Boqueirão do Leão

O local é público ou privado?

O local parece ser público, isso por que há placa posta pelo município, isso mostra que é um ponto turístico e de livre acesso.

Quanto custa?

Entrada sem custo, aí sim hein!!

Mas saiba que não há nenhuma infraestrutura, por conta disso, leve seu lixo embora consigo e pense no próximo que visitará o local.

Tem que fazer trilha? e como é?

Sim, é necessário fazer a trilha para chegar até  mesma. Não dá nem 1km, mas como toda cachoeira quase intocada, há partes bem chatas nesta trilha, então cuidado.

Duração: 20 min, aproximadamente.

localização

A Cascata do Trovão está mapeada no GPS (google maps), então basta pôr lá, bem tranquilo.

Quando você estiver chegando, terá uma placa ao lado da entrada da trilha.

Além deste atrativo, tem algum outro lugar para ir em Boqueirão do Leão?

Simm, Boqueirão do Leão é um município que tem várias quedas, você pode ir também na Cascata do Gamelão!

Este artigo foi útil para você?

Compartilhamos dicas e novos destinos para você explorar pelo Sul (RS,PR,SC).

Segue a gente no Instagram @vivalastrips, e fique por dentro de novos lugares para você pôr em sua listinha de viagens!

QUEM SOMOS

Somos uma agência de viagens localizada em Porto Alegre/RS  e  as nossas trips são focadas em trilhas e cachoeiras, o que chamamos hoje de ecoturismo ou turismo de aventura.  Os nossos roteiros são exclusivos e para lugares em que poucas pessoas conhecem. O nosso diferencial também é formar grupos pequenos, para você além de conhecer um lindo lugar, também interagir com os outros passageiros e fazer novos amigos.  Explore novos horizontes, invista em você, e venha viajar com a gente!

Se você achou este artigo pelo Google, certamente está interessado(a) em conhecer a Cascata Vitória, localizada em Maratá/RS. É uma cascata fantástica, a seguir vamos lhe falar algumas informações e detalhes para você realizar esta trip.

Informações da Cascata Vitória, em Maratá/RS

Você deve estar buscando saber mais sobre essa cascata, por que provavelmente viu alguém postando ela nas redes sociais, não é?

Bem, a Cascata Vitória não é muito divulgada e também não é muito frequentada, em relação às cascatas mais famosas do RS.  O município de Maratá é uma linda cidade, com aspectos e características Alemãs, que valem a pena você além de visitar os atrativos naturais, visitar também o centrinho da cidade.

Maratá possui dois Pórticos, sendo um deles, bem próximo ao Parque Cascata Vitória, mas o mais bonito é o outro, vindo de Brochier.

A Cascata Vitória é de fácil acesso e localização, também fica aberta durante o ano inteiro. No verão é o período que mais recebe banhistas, mesmo assim, a piscina natural formada pela cascata é tão grande, que sobra espaço para todo mundo.  Há também salva-vidas por lá, durante o verão e com horário determinado.

A Cascata Vitória  fica na Rua Miguel Schneider a um 1,5 Km  da ciade, com 38.000 metros quadrados de área. A queda d’água tem 30 metros de altura. No local, já funcionou uma usina hidrelétrica. O parque conta com infraestrutura completa para os turistas com Restaurante, churrasqueiras espalhadas pelo Parque, ponte pênsil sobre o Arroio Brochier, praça de brinquedos infantil, iluminação, camping, banheiros com chuveiros e trilhas até o topo da cachoeira.

O ingresso tem o valor de R$ 7,00, por pessoa e cobra-se estacionamento à parte.

Cascata Vitória

Ela é uma das cachoeiras mais fácil acesso que possuímos no Rio Grande do Sul, não requer nenhuma esforço para chegar em sua base, muito semelhante à Cascata do Chuvisqueiro, em Riozinho/RS.

Se você é aventureiro, lhe recomendo fazer a trilha que leva ao topo, tem duração de cerca de 15 minutos e inicia pelo lado esquerdo do parque, do outro lado do rio.

O local é público ou privado?

O Parque Cascata Vitória é público, porém há uma concessão para administração e gestão do parque. É o Rodrigo, responsável pela lancheria e demais manutenções.

Cascata Vitória

Quanto custa?

Como mencionado acima, o ingresso tem o valor de R$ 7,00 por pessoa, e estacionamento é pago à parte.

Um valor bastante acessível pelo tamanho do parque e pelo o que oferece.

 

O valor para acampar é de R$ 30,00 e o local é este abaixo, um dos mais propícios.

Tem trilhas por lá?

Sim, como mencionamos, há uma trilha que acessa o topo da queda. Mas para acessar a base, não possui.

localização

De fácil acesso, basta pôr no GPS o nome Cascata Vitória, e a rota será facilmente traçada. Caso você estiver no centro, o caminho dado provavelmente será pela trilha iluminada da cidade, que é um caminho feito que liga o centro até a cascata. Passa 1 carro por vez. Mas se você quiser ir pelo asfalto,  não há problema, a entrada fica bem no início da cidade, no lado direito, e a estrada é asfaltada até o parque.

Além deste atrativo, tem algum outro lugar para ir em Maratá ?

Simm! Também há na cidade outra queda: Cascata Maratá, vale a pena você dar uma conferida nela.

Este artigo foi útil para você?

Compartilhamos dicas e novos destinos para você explorar pelo Sul (RS,PR,SC).

Segue a gente no Instagram @vivalastrips, e fique por dentro de novos lugares para você pôr em sua listinha de viagens!

QUEM SOMOS

Somos uma agência de viagens localizada em Porto Alegre/RS  e  as nossas trips são focadas em trilhas e cachoeiras, o que chamamos hoje de ecoturismo ou turismo de aventura.  Os nossos roteiros são exclusivos e para lugares em que poucas pessoas conhecem. O nosso diferencial também é formar grupos pequenos, para você além de conhecer um lindo lugar, também interagir com os outros passageiros e fazer novos amigos.  Explore novos horizontes, invista em você, e venha viajar com a gente!

Se você achou este artigo pelo Google, certamente está interessado(a) em conhecer a Gruta da Terceira Légua, ou Gruta Nossa Senhora de Lurdes, localizada em Caxias do Sul/RS. É uma  gruta e cachoeira fantástica, a seguir vamos lhe falar algumas informações e detalhes para você realizar esta trip.

Informações da Gruta da Terceira Légua, em Caxias do Sul/RS

Se você é um amante de cachoeira, assim como eu, sabe que no Rio Grande do Sul, há muitas por aí, espalhadas e nada divulgadas. Faz pouco tempo que eu ouvi falar a primeira vez da Gruta da Terceira Légua, ela é pouquíssimo conhecida e divulgada.

Há várias grutas por Caxias do Sul, mas a Gruta da Terceira Légua é , sem dúvida, a mais bonita em relação a cuidados para quem é amante das grutas. Isso por que ela possui bancos para orações, possui santa, locais para velas, e o melhor, de fácil acesso, digo, são 150 degraus para você acessá-la, mas tranquilos.

Ao chegar no local, você pode deixar o seu veículo estacionado, não há nenhuma cobrança para isso, e o estacionamento é bem grande.  Logo em seguida, você verá o acesso à gruta, mas caso você ficar um pouco perdido, pode perguntar na lancheria/bar, o pessoal dali é bastante simpático.

Você irá dar de cara com a escadaria de 150 degraus, como citei acima. Logo em seguida, você chegará na gruta e poderá apreciar essa incrível obra da natureza, pois ela é realmente gigante.

Se você ir ao final de semana, provavelmente irá encontrar uma galera fazendo rapel, isso por que os paredões próximos à gruta, são ótimos lugares para treinamento dos rapeleiros, inclusive, para os novos aventureiros, pois as paredes são bem secas e praticamente retas.

Ah, uma dica: quando você estiver descendo as escadas, terá uma placa dizendo que a trilha é para a esquerda, não entre ali. Vá primeiro na gruta, conheça e depois terá um outro acesso para a trilha, que leva até a cachoeira. Esse acesso é bem melhor (caminho aberto), e logo em seguida, terá a outra placa orientando sobre a trilha. Desta vez, você precisa seguir pela trilha que leva até à base. Falaremos sobre a trilha a seguir.

O local é público ou privado?

A Gruta da Terceira Légua é um local privado, no dia que visitei, até conversei um pouco com o proprietário. A gruta é bastante frequentada pela galera que é católica, mas na parte de cima da gruta, há um imenso salão de festas, ali ocorrem festas de igreja, aniversários e até festas de casamento, pois eles servem buffet e pela capacidade, recebe 300 pessoas facilmente.

Quanto custa?

É nesta parte que você tem interesse né? O acesso é GRATUITO! isso mesmo, pelo menos por enquanto (março/2019). Então vá, conheça, explore e lembre-se, não deixe lixo na natureza.

Ah, outra coisa, mesmo sendo gratuito, há banheiros dentro do salão e você pode utilizar, basta pedir para alguém dos responsáveis.

TEM QUE FAZER TRILHA PARA ACESSAR?

Para acessar a Gruta da Terceira Légua, não é necessário, são apenas escadas que você irá descer.

Para acessar a cachoeira, sim você precisará fazer uma trilha. Bem, essa trilha tem duração de uns 15 a 20 minutos, ela não é difícil, mas requer cuidado , pois há travessias de troncos, pedras, e já no fim da trilha, próximo à cachoeira, uma descida bastante ingrime, que nesta parte, você sim precisa triplicar, pois é um barranco bem chato de descer.

Chegando na base dela, você poderá circular pelo rio para vê-la de diferentes ângulos. As fotos devem ser batidas de bem longe, pois ela é imensa! Acredito que deve possuir cerca de 60 metros de queda.

Nesse rio, não há grande volume de água, então ela é uma cachoeira que cai um filete apenas, não vá achando que vai ver uma cachoeira com uma queda gigante e cheia d’água.

Outra observação, não é muito boa para banho, pois a água que cai, não fica represada.

Mas não desanime, vá, conheça, tira fotos, e admire as belezas que temos no RS e que pouca gente dá valor.

localização

Para você chegar até ela, é bastante tranquilo, basta pôr no GPS e a sua rota será traçada facilmente.

Agora o pulo do gato, a dica por você ter lido até aqui!

Se você vai de Porto Alegre ou região, a rota será via BR-116, subindo um morro. Não faça isso! É estrada de chão batido e uma subida muito ingrime, que provavelmente vai patinar o seu carro (aconteceu comigo).

Vá por Farroupilha ou pela Estrada Municipal do Vinho.

Além deste atrativo, tem algum outro lugar para ir em Caxias ?

Claro que sim! Se você curtiu esta dica, tenho um outro pra te indicar: Cachoeira Linha Feijó

Uma linda gruta e cachoeira!

Esses dois lugares, fazem parte do nosso roteiro exclusivo: Aventura das Grutas, onde visitamos 3 grutas e 3 cachoeiras em Caxias do Sul/RS, sendo a Gruta da Terceira Légua, um dos locais. Se tiveres interesse, entre em contato conosco.

Este artigo foi útil para você?

Compartilhamos dicas e novos destinos para você explorar pelo Sul (RS,PR,SC).

Segue a gente no Instagram @vivalastrips, e fique por dentro de novos lugares para você pôr em sua listinha de viagens!

QUEM SOMOS

Somos uma agência de viagens localizada em Porto Alegre/RS  e  as nossas trips são focadas em trilhas e cachoeiras, o que chamamos hoje de ecoturismo ou turismo de aventura.  Os nossos roteiros são exclusivos e para lugares em que poucas pessoas conhecem. O nosso diferencial também é formar grupos pequenos, para você além de conhecer um lindo lugar, também interagir com os outros passageiros e fazer novos amigos.  Explore novos horizontes, invista em você, e venha viajar com a gente!